Notícias

Cinco capitais da ação global RS-10 estarão representadas no Congresso Internacional de Trânsito

16.07.2012 - 09:26

Cinco capitais brasileiras, Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Campo Grande (MS), Palmas (TO) e Teresina (PI), estarão representadas no Congresso Internacional de Trânsito para contar suas experiências sobre o programa “Vida no Trânsito”. O evento será realizado de 17 a 19 de julho, no Centro de Convenções do Barra Shopping Sul, em Porto Alegre. A promoção é do Governo do Estado, por meio do Detran/RS, e marca os 15 anos do órgão executivo de trânsito. As inscrições são gratuitas e estão disponíveis no site www.congressodetransito.rs.gov.br.

O Programa “Vida no Trânsito” é uma iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), planejado e monitorado no Brasil por uma comissão interministerial do Governo Federal. Faz parte de uma ação global denominada “Road Safety in 10 Countries (RS-10)”, ou segurança nas ruas em 10 países. O projeto conta com a participação também da John Hopkins University (JHU) e Global Road Safety Partnership (GRSP), com financiamento da Bloomberg Philanthropies.

O RS-10 propôs iniciativas de prevenção de acidentes e redução de lesões e mortos também no Camboja, China, Egito, Índia, Quênia, México, Rússia, Turquia e Vietnã. Os 10 países são responsáveis por quase metade das mortes provocadas pelo trânsito no mundo e foram escolhidos devidos às altas taxas de mortalidade por acidentes e ao apoio político de seus respectivos governos. No Brasil, o projeto “Vida no Trânsito” tem como objetivo subsidiar gestores nacionais no fortalecimento de políticas de prevencão de lesões e mortes no trânsito por meio da qualificacão, planejamento, monitoramento, acompanhamento e avaliação das ações. Lançado em 2010, ele terá duração de cinco anos onde as ações serão focadas nos fatores de risco álcool e direção e velocidade excessiva e ou inadequada.

Palestrantes:
- Jussara Belavinha - Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (MG) – BHTRANS
- Ivanise Rotta – Agência Municipal de Transporte e Trânsito de Campo Grande (MS) – AGETRAN
- Marta M. M. Alves – Vigilância Epidemológica Municipal de Palmas (TO)
- Audea Lima - Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Teresina (PI) – STRANS
- Celso Alves Mariano – Secretaria Municipal de Trânsito - Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Curitiba (PR) – SETRAN